Conheça o IECAM

O Instituto de Estudos Culturais e Ambientais (IECAM) é uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, voltada para o estudo e desenvolvimento de atividades e projetos socioambientais sustentáveis, através da revitalização dos saberes tradicionais e da biodiversidade.

O IECAM foi fundado em 1991, no Rio de Janeiro, pela professora Vera Fróes Fernandes, e realizou seu primeiro seminário na Conferência Mundial das Nações Unidas para o Meio Ambiente (ECO/RIO 92). Vinte anos depois, o IECAM esteve presente na Rio+20, em 2012, apresentando as atividades desenvolvidas nas últimas décadas.

Destacam-se os estudos e projetos:

  • Estudo etnobotânico comparativo entre espécies medicinais utilizadas na Amazônia e na Índia. Convênio com o PNUD Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento;anos 1994 e 1995;
  • Projeto Memória da Cidadania, Parque das Mangabeiras, Belo Horizonte (BH), Minas Gerais. Convênio com a Prefeitura Municipal de Belo Horizonte; anos 1996 e 1997;
  • Projeto Plantando e Colhendo Saúde. Convênio com a Prefeitura Municipal de Porto Alegre e Secretaria Municipal de Meio Ambiente Parque Municipal Gabriel Knijnik; anos 2000 e 2001;
  • "Ações para Estímulo da Produção e Comercialização da Arte Indígena MbyáGuarani". Convênio com a Carteira Indígena de Projetos (Ministério do Meio Ambiente e Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome); anos 2005 e 2006;
  • "Artesanato MbyáGuarani: Um Programa de Índio". Patrocínio da Petrobras, anos 2007 e 2009;
  • "Estudo preliminar sobre os significados mitológicos, cosmológicos e identitários atribuídos pelos MbyaGuarani ao sítio de São Miguel Arcanjo, chamado pelos Guarani de Tava Miri São Miguel, Sagrada Aldeia de Pedra". Convênio com o IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) e Ministério da Cultura; anos 2008 e 2009;
  • Projeto Linha do Tucum: Artesanato da Amazônia. Patrocínio da Petrobras, anos 2009 e 2010;
  • "Projeto Ar, Água e Terra: Vida e cultura Guarani": Patrocínio da Petrobras, anos 2011, 2012, 2014 e 2015.

Prêmios e Honrarias

Em reconhecimento ao trabalho desenvolvido com os índios Guarani no RS, o IECAM foi selecionado, entre mais de duas mil organizações, e premiado pelo Ministério da Cultura com o Selo Cultura Viva. Através do inventário de emissões e captações das emissões de GEE do Projeto Ar, Água e Terra: Vida e Cultura Guarani, que alcançou um saldo positivo de mais de 37.750 tCO²e captadas através da reconversão, recuperação e conservação de áreas nas aldeias, o IECAM recebeu o Selo Carbono Zero, pela certificadora Enerbio (anos 2011 e 2012).

Diretores IECAM

  • Daisy Wolf

    Secretária

    -Arquiteta, Especialista em Energias Renováveis-

  • Denise Wolf

    Presidente

    -Bióloga, Especialista em Gestão Ambiental-

  • Vera Fróes Fernandes

    Vice-presidente

    -Historiadora-

  • Veraluz Fróes Gracie Corte Imperial

    Tesoureira

    -Farmacêutica-

Colaboradores

  • Beatriz Osório Stumpf

    Educadora Ambiental

    --

  • Déborah Minardi

    Assessoria de Comunicação

    -Relações Públicas -

  • Francisco Fetter Furtado

    Estatístico

    --

  • Gerson Pedrosa

    Arquiteto

    --

  • Janaina Crisitina da Silva

    Assistente Administrativa

    -Graduanda em Ciências Contábeis-

  • Márcio Colares de Lemos

    Mapeamento

    -Cartógrafo-

  • Paulo Fetter Furtado

    Agrônomo

    --

  • Paulo Roberto Marques de Fernandes

    Tecnólogo em Desenvolvimento Rural

    --

  • Saturnino Rocha

    -Produtor Cultural-

  • Virginia Koch

    Bióloga

    -Mestre em Etnobotânica-